Faixa caop ij


Promotor de Justiça Miguel AngelInstituído pela Lei 9.970/2000, o dia 18 De Maio é reconhecido como o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”. Esta data é lembrada em todo o território nacional pelos órgãos de defesa de direitos das crianças e adolescentes, e tem por objetivo reafirmar a responsabilidade da sociedade, de modo geral, na proteção dessa população.

A violência sexual infanto-juvenil é um fenômeno que ocorre através do abuso ou exploração. Sendo uma de suas principais características o uso da criança ou adolescente por um indivíduo em estágio psicossocial mais avançado.Esse tipo de violência prejudica, sobremaneira, o desenvolvimento biopsicossocialda criança e do adolescente porque interrompe o desenvolvimento saudável de sua sexualidade, afetando sua autoestima e sua capacidade de formar vínculos de afeto e confiança, e por fim, de desenvolver uma boa relação com o próprio corpo.

 

O Ministério Público do Estado do Amapá (MP-AP), órgão que atua na defesa e garantia dos direitos de crianças e adolescentes através 3ª edição da cartilha da Rede Abraça-mede suas Promotorias de Justiça, presta sua contribuição à mobilização local, publicando a 3ª Edição da Cartilha da Rede Abraça-me. 

 

A Publicação foi elaborada pela equipe técnica do Centro de Apoio Operacional da Infância, Juventude e Educação (CAOP-IJE), e tem o objetivo de divulgar informações sobre a Rede de Atendimento à Criança e Adolescente vítima de violência sexual em Macapá, buscando agilizar e, consequentemente, aumentar a eficácia do atendimento, minimizando os prejuízos à saúde desses indivíduos que já tiveram seus direitos violados.        

                                                            

Para o promotor de Justiça e coordenador do CAOP-IJE, Miguel Angel, o dia 18 de Maio tem a finalidade de mobilizar a população e provocar reflexão sobre o fenômeno da violência sexual praticada contra crianças e adolescentes, e destacou o papel do promotor de Justiça nesse processo.

 

“O combate à violência sexual infanto-juvenil ocorre diuturnamente, e o trabalho do Promotor vai muito além do trabalho processual de proteção aos direitos da vítima e responsabilização do agressor. Um dos principais eixos da atuação do Promotor de Justiça consiste em articular ações de prevenção e de garantia de atendimento especializado para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade”, finalizou o promotor de Justiça.

 

 

 

Clivia Adriely Silva - estagiária de jornalismo

SERVIÇO:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá

Contato: (96) 3198-1616/(96) Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

 

 

Diário Eletrônico

Edição Data Visualizar
77/2021 15/04/2021
76/2021 14/04/2021
75/2021 13/04/2021
74/2021 12/04/2021
73/2021 09/04/2021
72/2021 08/04/2021
71/2021 07/04/2021
70/2021 06/04/2021
69/2021 06/04/2021
68/2021 30/03/2021
Ver todos

Canais de Atendimento

Ouvidoria

Promotoria da Saúde

Corregedoria-Geral

Decisões dos Órgãos Colegiados
Res. 173-CNMP

Processos Distribuídos
Res. 110/2014-CNMP

Sistema Cuidar

Plantões

Espelho do MPAP

Plenário Virtual

Podcast do MP-AP

Mapa das Ouvidorias

Olá! Posso ajudar?
Sofia - Assistente Virtual
Online
  • 16:54     Sofia
    Olá, seja bem-vindo! Meu nome é Sofia, sou assistente virtual do MP-AP.
  • 16:54     Sofia
    Em que posso ajudar? 😊
  • 16:54     Selecione uma das opções