O grupo amapaense de trabalho da campanha nacional “Década de Ação pela Segurança no Trânsito” realizou nesta terça feira, 31, a segunda reunião estratégica para combater os índices de acidentes no trânsito do Estado. Na ocasião, foram apresentados os diagnósticos de cada órgão competente, com o intuito de desenvolver ações e metas com resultados sólidos, no que diz respeito à segurança no trânsito do Amapá.

A campanha é motivada pela Comissão Global para a Segurança no Trânsito da ONU, que lançou em maio de 2009 um plano de ação para a década 2011/2020, recomendando aos países membros, medidas imediatas de atenção e prevenção contra a violência no trânsito que se revela como a principal causa de morte prematura e de ferimentos incapacitantes na população jovem do mundo.

Para o subprocurador de Justiça para Assuntos Administrativos e Institucionais do MP-AP, Márcio Augusto Alves, é fundamental que a parceria entre os órgãos que formam a rede de trabalho seja fortificada. “É muito importante que cada órgão envolvido faça sua parte. Trabalhando juntos, conseguiremos alcançar um dos objetivos da campanha, reduzir em 50% os índices de mortalidade no trânsito”, informa o subprocurador.

Segundo o Diretor do Departamento Estadual de Trânsito do Amapá, João Gomes, é indispensável uma atuação no sentido de educar os condutores amapaenses. “Além da sinalização e construção de vias e planejamento urbano, é preciso que haja um comprometimento da sociedade”, declara João. “A sociedade cobra, mas tem que estar disposta a dar a sua colaboração”, completa o diretor.

Estiveram presentes na reunião, representantes do Ministério Público Estadual, das Secretarias de Estado de Educação, Segurança Pública e Meio Ambiente, Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Amapá, Departamento Estadual de Trânsito do Amapá, Corpo de Bombeiros, Batalhão de Policiamento de Trânsito e Tribunal de Justiça (representado pela Vara de Penas Alternativas e Execuções Penais).

SERVIÇO:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá

Contato: 3198-1616 Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.