encerramento curso praticas restaurativas 3O Ministério Público do Amapá (MP-AP) desenvolve inúmeros projetos que visam contribuir para a solução ou transformação dos conflitos e, assim, melhorar os relacionamentos entre as pessoas, famílias e instituições. Dentre os que são desenvolvidos com esta visão, tem-se o “Projeto Escola Restaurativa”, que utiliza métodos da Justiça Restaurativa e técnicas como “Círculos Restaurativos“, ferramenta útil tanto para a prevenção da violência, quanto para a solução dos conflitos, por intermédio do diálogo e do entendimento.

 

 

Instituído no ano de 2015, pelo Núcleo de Mediação, Conciliação e Práticas Restaurativas da Promotoria de Justiça de Santana, pelo menos 859 pessoas já foram contempladas e assistidas pelo trabalho desenvolvido. Aproximadamente 12 instituições do Estado e do Município já foram qualificadas, podendo utilizar as ferramentas na Justiça Restaurativa no âmbito escolar.

 

Membros e servidores do MP AP com os palestrantes e participantes do curso de facilitadores de Práticas RestaurativasPara a boa execução do projeto, o Núcleo de Mediação, Conciliação e Práticas Restaurativas do MP, desenvolve uma série de atividades pedagógicas, como workshopsIMG 3988 e oficinas, que capacitam agentes públicos, comunidade escolar e lideranças comunitárias, visando uma interação entre escola e comunidade. O objetivo é promover uma cultura de paz, por meio da disseminação das práticas de Justiça Restaurativa, que inclui os círculos restaurativos como instrumento para abordar situações de conflito e violência nas comunidades.

 

O projeto “Escola Restaurativa” é desenvolvido em vários estabelecimentos de ensino, com objetivo de estabelecer uma política pública de prevenção e enfrentamento à violência nas unidades educacionais de Santana, visando pacificar as relações no ambiente escolar, criando um espaço de diálogo e bem-estar entre alunos, professores, funcionários e familiares, através dos Núcleos de Práticas Restaurativas que estão sendo implantados nas escolas atendidas.

 

Círculos Restaurativos

 

Equipe e Participantes reunidos no encerramento do CursoO Núcleo desenvolve vários projetos, dentre eles, o projeto dos Círculos Restaurativos, destinado ao atendimento de famílias que estão envolvidas em algum conflitoIMG 1574 familiar. Este projeto atende toda a demanda da comunidade de Santana, recebendo famílias que estão com processos na Justiça ou que ainda não estão com algum processo judicial. A prática foi idealizada e é executada pelo Núcleo de Mediação da Promotoria de Santana.  As equipes de profissionais da instituição contam com o trabalho de voluntários, e criam um ambiente acolhedor e seguro, onde o diálogo é facilitado entre as partes envolvidas.

 

A atuação dos voluntários é de reconhecida importância e todos foram devidamente capacitados para realizar o trabalho com qualidade.  “Servidores e voluntários que trabalham como mediadores e facilitadores realizam tanto o atendimento das famílias, no Núcleo, quanto contribuem nos demais projetos, estando presentes nos demais espaços públicos de Santana”, disse a promotora de Justiça e coordenadora do projeto, Sílvia Canela.

 

IMG 1591O uso da metodologia dos “Círculos Restaurativos” objetiva disseminar a concepção e os valores de uma cultura de paz, respeito, tolerância, reumanização eparticipantes do Curso formador de facilitadores em Práticas Restaurativas empoderamento da comunidade local. Nesse sentido, os círculos sempre são realizados em um espaço de acolhimento, para garantir o diálogo seguro e respeitoso entre as partes envolvidas em determinado conflito.

 

O primeiro curso de capacitação para “Facilitadores de Círculos Restaurativos” ocorreu no ano de 2015, divididos em três módulos, cujos custos e parceria foram rateados entre o MP-AP e Tribunal de Justiça do Estado do Amapá (TJAP). O serviço de atendimento às famílias em conflito foi implantando inicialmente na Comarca de Santana.

 

Serviço:

Luanderson Guimarães

Assessoria de comunicação do MP-AP

Contato: (96) 3198-1616

Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Diário Eletrônico

Edição Data Visualizar
211/2017 17/11/2017
210/2017 16/11/2017
209/2017 14/11/2017
208/2017 13/11/2017
207/2017 10/11/2017
206/2017 09/11/2017
205/2017 08/11/2017
204/2017 07/11/2017
203/2017 06/11/2017
202/2017 31/10/2017
201/2017 30/10/2017

Operação Eclésia

Processos Distribuídos
Res. 110/2014

Diário Oficial Eletrônico

Ouvidoria

Plantões

Espelho do MPAP