Visão ecológicaA iniciativa de educadores e alunos da escola Lúcia Neves Deniur, no bairro Brasil Novo, está mudando a paisagem da instituição e a vida de quem participa da atividade de educação ambiental. O projeto “Paisagismo: Bem estar e Preservação do Meio Ambiente” foi lançado oficialmente nesta terça-feira, 11, com a presença de estudantes, professores, apoiadores e do assessor técnico da Promotoria de Meio Ambiente, Mainar Vasconcelos.

Na prática, o projeto começou a ser executado no final do mês de maio, para melhorar a paisagem da escola com a participação de alunos e moradores da redondeza. Alunos do 5º ano e Educação de Jovens e Adultos (EJA) deram início às atividades, aproveitando a experiência em jardinagem de um aluno apenado e do senhor João Damasceno, pai de uma aluna. As plantas, terra e brita foram doados. Foram recolhidos no próprio bairro pneus, recipientes e latas que estavam descartados, que após a limpeza e pintura, foram usados para o plantio.

O interesse em promover ações de educação ambiental envolvendo os alunos, pais e vizinhança chamou a atenção da Promotoria de Meio Ambiente, que reconheceu o trabalho e fez o convite para que os alunos da escola participassem da programação da Semana do Meio Ambiente. Eles participaram da roda de diálogo trocando experiências, visitaram a exposição “Unidades de Conservação”, com o monitoramento técnico para dar explicações e tirar dúvidas. Equipe completa

A diretora da escola Lúcia Deniur, Patrícia Lobo, explicou que a participação foi voluntária para a pintura, montagem e plantio.

“Alunos, funcionários e seus familiares, além de vizinhos e pequenos empreendedores deram sua contribuição de boa vontade, fizeram um serviço a favor do meio ambiente. Recolhemos cerca de 80 pneus que estavam em lixeiras e borracharias. Os donos destes estabelecimentos também fizeram doações. A Prefeitura de Macapá, através das Secretarias de Meio Ambiente, Obras e Manutenção Urbanística, doou terra e brita. A comunidade também colaborou com plantas”.

O assessor Mainar Vasconcelos falou da importância deste trabalho de conscientização envolvendo toda a rede escolar e comunidade.

Crianças escola“Tirar os alunos da rotina, compartilhar experiências e colocar a mão na massa para melhorar o ambiente escolar e conscientizar sobre ações que favoreçam o meio ambiente. Essa é a garantia de um futuro com cidadãos conscientes de suas obrigações para preservar a natureza. O Ministério Público do Amapá (MP-AP) incentiva este tipo de atividade, seja com orientações técnicas ou mesmo por meio de insumos provenientes de Termos de Ajustamento de Conduta (TAC)”.

A diretora afirmou que a atividade não foi finalizada. E que o recolhimento de pneus e vasilhames continua, assim como o plantio. Os próximos arranjos e vasos serão colocados em outros ambientes da escola.

 

 

Serviço:

Mariléia Maciel – Assessora Operacional – CAOP/AMB
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Amapá
Contato: (96) 3198-1616
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Diário Eletrônico

Edição Data Visualizar
137/2019 15/08/2019
136/2019 14/08/2019
135/2019 13/08/2019
134/2019 12/08/2019
132/2019 09/08/2019
133/2019 09/08/2019
131/2019 07/08/2019
130/2019 06/08/2019
129/2019 05/08/2019
128/2019 02/08/2019
Ver todos

Corregedoria-Geral

Decisões dos Órgãos Colegiados
Res. 173-CNMP

Processos Distribuídos
Res. 110/2014

Sistema Cuidar

Plantões

Espelho do MPAP