Os promotores de Justiça Marcelo Moreira e Paulo Celso Ramos ficaram com o prêmio de Melhor Arrazoado de 2014. Em segundo e terceiro lugares, o promotor de Justiça Ricardo Ferreira e a promotora de Justiça Neuza Barbosa, respectivamente. A premiação do Melhor Arrazoado – Edição 2014 foi feita durante o encerramento do II Encontro Anual Integração e Capacitação para membros, servidores, estagiários e colaboradores da instituição, quando foi divulgado o resultado do concurso que é promovido, anualmente, pelo Ministério Público do Amapá (MP-AP), por meio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF) e a Associação dos Membros do Ministério Público (AMPAP). 

A premiação é destinada aos três melhores trabalhos apresentados e autuados em qualquer fase do processo, em primeira instância, nas áreas criminal, civil, eleitoral e em processo administrativo. “O objetivo do concurso é incentivar o aprimoramento cultural dos membros do Ministério Público do Estado do Amapá e divulgar os trabalhos desenvolvidos por eles”, ressaltou o procurador de Justiça Nicolau Eládio Bassalo Crispino, diretor do CEAF.

O primeiro lugar dos promotores Marcelo Moreira e Paulo Celso Ramos foi decorrente da peça processual da “Ação Civil Pública de obrigação de fazer”. Foi considerado o segundo melhor arrazoado o “Parecer em Ação de Revisão de Alimentos”, do promotor Ricardo Ferreira, enquanto que a promotora Neuza Barbosa recebeu a terceira colocação com a peça “Alegações Finais em Ação Criminal”.

Na edição 2014, foram inscritas onze peças processuais, analisadas pela comissão formada pelos procuradores de Justiça: Jair Quintas, Marcio Augusto Alves e Estela Sá.   Os prêmios foram passagens áreas nos trechos Macapá/Rio de Janeiro/Macapá para o 1º classificado; Macapá/Salvador/Macapá para o 2º classificado; e, para o 3º classificado uma passagem aérea Macapá/Fortaleza/Macapá.


SERVIÇO:
Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá
Contato: (96) 3198-1616/(96) 8121-6478 Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.