Membros ArrazoadoA premiação do Melhor Arrazoado – Edição 2016 foi feita na noite desta quinta-feira (23), na Procuradoria Geral de Justiça Promotor Haroldo Franco, tendo como vencedores os promotores de Justiça Gisa Veiga, Horácio Coutinho e Adilson Garcia, em 1º, 2º e 3º lugares, respectivamente, todos com atuação na Comarca de Santana. O concurso é promovido, anualmente, pelo Ministério Público do Amapá (MP-AP), por meio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF) e da Associação dos Membros do Ministério Público (AMPAP).

 

A premiação é destinada aos três melhores trabalhos apresentados e autuados em qualquer fase do processo, em primeiraDSC 0914 instância, nas áreas criminal, civil, eleitoral e em processo administrativo. “O objetivo do concurso é incentivar o aprimoramento cultural dos membros do Ministério Público do Amapá e divulgar os trabalhos desenvolvidos por eles”, ressaltou o procurador de Justiça Nicolau Crispino, diretor do CEAF.

Premiaºúo arrazoado 01No primeiro lugar, a promotora de Justiça Gisa Veiga foi premiada pela peça processual em desfavor da Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA). Foi considerado o segundo melhor arrazoado a ação de improbidade administrativa em desfavor do então prefeito de Santana, Robson Rocha, por não recolher à previdência os valores descontados dos servidores municipais, do promotor de Justiça Horácio Coutinho. O promotor de Justiça Adilson Garcia recebeu a terceira colocação com uma ação eleitoral.

 

Os vencedores agradeceram e dedicaram a vitória aos servidores e toda equipe da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público, da Cidadania e do Consumidor de Santana e da Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, Habitação e Urbanismo da Comarca de Santana.

 

“Coincidentemente, como na edição de 2015, os três primeiros colocados são promotores de Justiça com atuação em Santana. É uma forma de incentivo e de reconhecimento do trabalho da Promotoria de Santana, dos membros, servidores, estagiários e de todos que ajudam a desenvolver nossas ações”, comemorou Gisa Veiga.

A comissão, coordenada pelo diretor do CEAF e formada pelo PGJ e pelas procuradoras de Justiça Socorro Milhomem Moro e Estela Sá, fez a entrega dos prêmios que foram passagens áreas nos trechos Macapá/Rio de Janeiro/Macapá para o 1º classificado; Macapá/Salvador/Macapá para o 2º classificado; e, para o 3º classificado, uma passagem aérea Macapá/Fortaleza/Macapá.

 

“Esta premiação motiva o promotor de Justiça a trabalhar as suas peças bem mais fundamentada e com qualidade, o que acaba refletindo em uma melhor defesa dos direitos da sociedade”, manifestou o presidente da AMPAP, promotor de Justiça José Cantuária Barreto.

 

Márcio Alves informou que nesta nova gestão, junto com o CEAF, pretende resgatar a edição do livro com as peças processuais premiadas no concurso do Melhor Arrazoado, bem como promover outras formas de integração dos membros, como a instituição de uma premiação literária, sempre buscando a união para promover melhores condições de trabalho.

DSC 0871

 

“Nesses últimos 15 anos mudamos completamente a nossa estrutura, com novos prédios, apresentando uma das melhores infraestruturas do MP brasileiro, resultado das últimas gestões comprometidas com a nossa instituição. A Procuradoria-Geral vai se empenhar ao máximo para atender tudo e de todos, membros e servidores, para que nos sintamos em casa e acolhidos pelo Ministério Público”, finalizou o PGJ.

 

 

 

 

 

  SERVIÇO:

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá

Contato: (96) 3198-1616/(96) Email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.