Membros na premiaçãoO Ministério Público do Amapá (MP-AP), por meio do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF/MP-AP), e a Associação dos Membros do Ministério Público (AMPAP) promovem, todo final de ano, o concurso do Melhor Arrazoado. A premiação de 2019 foi realizada no último sábado (14), na sede da AMPAP, e teve como vencedores os promotores de Justiça Fabiano Castanho, Horácio Coutinho e Neuza Barbosa, em 1º, 2º e 3º lugares, respectivamente. Na ocasião, também foi comemorado o Dia Nacional do Ministério Público, celebrado anualmente em 14 de dezembro.

Promotor Horacio BezerraA premiação é destinada aos três melhores trabalhos apresentados e autuados em qualquer fase do processo, em primeira instância, nas áreas criminal, civil, eleitoral e em processo administrativo.

“Tivemos um ano tumultuado para o Ministério Público em todo o Brasil, mas diante de nossa missão institucional, superamos as adversidades. Este é um momento de muita felicidade para todos, pois trata-se do desfecho, no qual premiamos os melhores trabalhos de 2019”, frisou o presidente da AMPAP, promotor de Justiça Wueber Penafort.

Comissão Arrazoado com PGJ e presidente AmpapO subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Administrativos e Institucionais, Nicolau Crispino, representando a coordenadora do CEAF/AP, procuradora de Justiça Socorro Milhomem Moro, fez o lançamento do Livro do Melhor Arrazoado, obra com os trabalhos publicados entre 2011 e 2016. Ele também anunciou os vencedores do Melhor Arrazoado de 2019.

No primeiro lugar, Fabiano Castanho foi premiado por um recurso em Ação Civil Pública (ACP). Foi considerado o segundo melhor arrazoado, uma ACP por Improbidade Administrativa, pelo promotor de Justiça Horácio Coutinho. Recebeu a terceira colocação a promotora Neuza Barbosa, por uma denúncia. Todos estes trabalhos em favor da população do Amapá foram reconhecidos com placas de premiação e passagens aéreas.

Promotora Neuza BarbosaA procuradora-geral de Justiça do MP-AP, Ivana Cei, ressaltou que o concurso é uma forma de reconhecimento institucional, integração dos membros e promoção para melhores condições de trabalho.

“Hoje fazemos um justo reconhecimento aos membros que tanto trabalham e mostram qualidade técnica em suas respectivas atuações. Felicito os vencedores do Melhor Arrazoado 2019 e também parabenizo a todos os promotores e procuradores de Justiça pelo Dia Nacional do MP”, comentou a PGJ.

 Balanço de nove meses da gestão 

Dra Ivana ArrazoadoNa ocasião, foi exibido um vídeo institucional, produzido pela Assessoria de Comunicação do MP-AP, sobre os nove meses de gestão da PGJ. Na peça, foram detalhados, por área de atuação, os significativos avanços da administração, dentro do plano de gestão estabelecido para o biênio 2019-2021.

“Em somente nove meses de gestão, conseguimos garantir as finanças do MP-AP com equilíbrio, bem como realizamos capacitações para membros e servidores, além da estrutura física e aparelhamento tecnológico da instituição. Também estamos felizes por avanços em áreas como Segurança, Saúde, Educação em favor da população amapaense. Agradeço o empenho de todos os membros do MP-AP na nobre missão de defender a ordem jurídica e democrática para promover a pacificação e justiça social”, frisou Ivana Cei. 

Homenagem aos membros aposentados

 Durante o evento, foi feita uma homenagem aos membros do MP-AP aposentados. O presidente da AMPAP homenageou o promotor de Justiça Moisés Rivaldo Pereira (In Memorian). Wueber Penafort discorreu sobre a história de lutas do colega que foi o primeiro presidente da Associação dos Membros, falecido há pouco tempo, destacando a contribuição dele para a sociedade. Também na ocasião, os filhos dos promotores de Justiça aposentados, Rosemary Cardoso de Andrade e Sidney de Melo, Pedro Andrade e Vinícius Melo, respectivamente, receberam as placas de honraria da PGJ.PGJ entrega placa filho Sidney de Melo

Outros membros homenageados foram: Aldeniz de Souza Diniz; Tania Aparecida Pereira; Pedro Rodrigues Gonçalves Leite; Paulo da Veiga Moreira; Maria Luiza da Cunha; Luiz Roberto Pedrosa de Castro; José Oswaldo Cavalcante Carão; José Maria Tavares; Ernandes Lopes Pereira; Edmilson Farias Monteiro; Celio Pimenta Freire Junior; e, Antonio Pereira de Almeida Filho.

Homenagem aposentados Participaram da premiação a corregedora-geral do MP-AP, procuradora de Justiça Estela Sá; o procurador de Justiça Jair Quintas; o chefe de gabinete da Procuradoria-Geral de Justiça, promotor de Justiça João Paulo Furlan; e o assessor especial da PGJ, promotor de Justiça Tiago Diniz.

 Também compareceram ao evento os promotores de Justiça: Gláucia Porpino Crispino; Manuel Felipe Menezes; Adauto Barbosa; Milton Ferreira; Adilson Garcia; Alexandre Monteiro; Ricardo Crispino; Jander Vilhena; Marcelo Guimarães; Manoel Edi; e, Samile Alcolumbre de Brito. Além da procuradora de Justiça do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), Eunice Carvalhido, e a coordenadora pedagógica da Fundação Escola do MPDFT, Eloisa Meireles Santos e servidores do órgão ministerial.

 SERVIÇO:

Elton Tavares

Assessoria de Comunicação do Ministério Público do Estado do Amapá

Contato: (96) 3198-1616

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Diário Eletrônico

Edição Data Visualizar
37/2020 27/02/2020
36/2020 21/02/2020
35/2020 20/02/2020
34/2020 19/02/2020
33/2020 18/02/2020
32/2020 18/02/2020
31/2020 14/02/2020
30/2020 13/02/2020
29/2020 12/02/2020
28/2020 11/02/2020
Ver todos

Corregedoria-Geral

Decisões dos Órgãos Colegiados
Res. 173-CNMP

Sistema Cuidar

Plantões

Espelho do MPAP

Plenário Virtual

Reuniões dos Órgãos Colegiados

Nenhuma audiência agendada para os próximos dias.

Licitações Ao vivo

Nenhuma transmissão agendada para os próximos dias.

Olá! Posso ajudar?
Sofia - Assistente Virtual
Online
  • 20:32     Sofia
    Olá, seja bem-vindo! Meu nome é Sofia, sou assistente virtual do MP-AP.
  • 20:32     Sofia
    Em que posso ajudar? 😊
  • 20:32     Selecione uma das opções